Rate this post

O assunto do vídeo de hoje é o teste do pezinho. Um teste que ainda gera muitas dúvidas nos papais e mamães de primeira viagem e que, por isso, resolvi falar um pouco aqui no canal.

Para começar, acho importante dizer que o teste do pezinho é obrigatório e gratuito em todo o país (isso desde 1992). E não sei se vocês sabiam, mas existem praticamente três versões do exame e, infelizmente, claro, somente a mais simples é gratuita.

Mas agora vou explicar tudo isso direitinho para vocês.

AS VERSÕES DO TESTE DO PEZINHO:

A primeira versão do teste é aquela mais popular, que anunciam durante algumas campanhas. Essa versão detecta até seis doenças e é oferecida sem nenhum custo pela rede pública.

Já a segunda versão é um pouco mais sofisticada e dá para verificar até dez doenças (mais quatro além do teste básico) e, se a mãe quiser, ainda existe uma terceira opção, essa bem mais cara e que dá para reconhecer mais de 30 patologias, lembrando que essas duas últimas são pagas e feitas somente na rede particular, ok?

SOBRE O TESTE:
Para fazer o teste (qualquer um dos três) é preciso de uma picadinha no calcanhar do bebê (por isso comentei sobre o desespero de algumas mães). Apesar de a maioria das crianças chorarem, esse exame não causa nenhum problema mais grave, muito pelo contrário, ele vem para ajudar a prevenir várias doenças. Ah, só por curiosidade, o teste é feito no pé porque é uma região de bastante fluxo sanguíneo.

Depois disso, o sangue é colocado num papel que vai para o laboratório. Geralmente, em uma semana, a mãe já sabe o resultado, mas é normal demorar até 30 dias (fique tranquila).

Ah, o teste do pezinho precisa ser feito entre 48 horas do nascimento e até o 5º dia de vida. Então não se esqueça de procurar um hospital ou uma unidade de saúde entre esses dias, ok? O teste só não é realizado antes porque é importante que o organismo do bebê já esteja funcionando sozinho por algum tempo.

DOENÇAS QUE DETECTA:
Acho legal também falar um pouco sobre as doenças que o teste do pezinho pode detectar no exame tradicional (os nomes não são tão comuns para nós, mas vale a pena conhecer). Lembrando que, infelizmente, a maioria delas são bem graves, mas quanto antes diagnosticadas, melhor serão os cuidados que podemos dar aos nossos filhos.

– Fenilcetonúria: essa é uma doença que faz com que os alimentos que tenham uma substância chamada fenilalanina intoxique o cérebro, causando retardo mental irreversível. Se diagnosticada, o bebê deve seguir uma alimentação sem a fenilalanina que é encontrada em carnes, trigo e soja, por exemplo;

– Fibrose cística: essa patologia deixa as secreções grossas e pegajosas, então o bebê pode ter infecções respiratórias e gastrointestinais, comprometendo os pulmões e o pâncreas;

– Anemia falciforme e outros tipos de hemoglobinopatias: nesse caso há dificuldade na circulação sanguínea, levando a anemia, infecções e atraso no crescimento;

– Hiperplasia adrenal congênita: quando as glândulas que ficam em cima dos rins não funcionam o bebê recebe esse diagnóstico que infelizmente é genético. Com isso a produção de hormônios cortisol e aldosterona ficam prejudicadas;

– Deficiência de biotinidase: também é uma doença genética e impede que os alimentos sejam processados pelo organismo;

– Hipotireoidismo congênito: ela acontece quando a produção dos hormônios da tireoide é insuficiente e o bebê pode ter retardo mental e de desenvolvimento físico.

Então para reforçar, leve seu filho para fazer o teste do pezinho entre 48 horas após o nascimento até o quinto dia de vida!

Para receber aviso de vídeos novos, ative o alerta de notificações (clicando no sininho).
Confira outros vídeos que você irá curtir:

10 DICAS PARA AUMENTAR A IMUNIDADE

RECÉM NASCIDO – 10 DICAS INCRÍVEIS PARA MÃES QUE ACABARAM DE TER UM BEBÊ

ACNE NEONATAL, SAIBA TUDO SOBRE O ASSUNTO

OS 3 PRIMEIROS MESES DE VIDA

ENXOVAL DO BEBÊ – 10 ITENS MAIS UTILIZADOS

15 COISAS QUE NINGUÉM TE CONTA SOBRE O PÓS PARTO

https://www.macetesdemae.com/
https://www.facebook.com/macetesdemae/
https://www.instagram.com/macetesdemae/

https://br.pinterest.com/macetesdemae/

Produção:
https://www.laranjaazul.com.br/
Maquiagem:
@nanyferreiramakeup

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>